Pontes…

ponte

Desconheço a autoria da Imagem

Diz-me qual é a ponte que separa
tua vida da minha,
em que hora negra, em que cidade chuvosa
em que mundo sem luz está essa ponte,
e eu a cruzarei.

[Amalia Bautista]

Há uma ponte suspensa

em algum lugar do mundo

que dá passagem direta

para o teu peito…

Mas eu não a alcanço.

 

Há pontes espalhadas

dividindo rios e mares,

florestas e abismos

e todas elas poderiam me levar a ti,

Mas não levam…

 

Então uso as palavras, pois, estas,

sim, são pontes invisíveis e inabaláveis

que me ligam a ti, onde quer que estejas

em qualquer tempo…

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Poesia e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Pontes…

  1. Ana Teixeira disse:

    Que lindo Triccia! Esse é um dos poemas que eu gostaria de ter escrito, pois me vejo inteira nele. Que blog maravilhoso!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s