Mergulho…

374466_2893092904544_811994936_n

Desconheço a autoria da Imagem.

“O seu olhar tem qualquer coisa de música tocada a bordo dum barco,

no meio misterioso de um rio com florestas na margem oposta…”

[Bernardo Soares: Pessoa]

 

Ele carregava o sol no fundo dos olhos

e eles brilhavam só pra mim.

 

Quem passasse assim, rapidamente,

não veria a sutileza dessa luz

porque seus olhos também refletiam

um misterioso poço profundo,

escuro como a noite, que guardava

– sem medo algum –

todas as ausências mais sentidas.

 

Era ali que eu navegava

e me deixava seguir,

num fluxo contínuo, feito rio,

devorando meu ser.

Aqueles olhos negros

carregavam o universo inteiro

só pra mim…

Anúncios
Esse post foi publicado em Poesia e marcado . Guardar link permanente.

8 respostas para Mergulho…

  1. Marcos Silva disse:

    Chega de escrever poemas bonitos, não?
    .
    .
    .
    (Não…chega não…pode escrever mais…)

    Curtido por 1 pessoa

  2. João Gilberto Saraiva disse:

    Os olhos, não há nada tão misterioso e poético do que eles em nós. Bom mergulho

    Curtido por 1 pessoa

  3. Mariana Gouveia disse:

    algumas poesias são como afagos na alma…
    Outras, a alma sorve, absorve e se embriaga.

    Beijos
    Ps: estou embriagada

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s