Shh…

12801517_943427612392082_9009188522153850897_n

Desconheço a autoria da Imagem.

Esse seu silêncio
soa como um grito,
abafado em panos.
Só faz denunciar os danos que causei.

[Flora Figueiredo]

Tire-me essa mordaça!
O grito interior já se fez outro…
(é quase pouco, quase morto). 

Queria eu a certeza
de que sou suficiente a mim mesma,
de que sou humana na medida certa
da desumanidade que me cerca. 

Percebo, então, que o maior dos desafios
talvez seja coincidir, no mesmo espelho,
virtudes e defeitos.
Ah, paradoxo infeliz!

O que são meus gritos
em meio a tantos delírios e trovões?
Haveria alguém de me ouvir nessa loucura
a que estamos destinados a existir? 

(Um dia hei de ficar em silêncio
e perceber que não me falta nada).

Anúncios
Esse post foi publicado em Poesia e marcado . Guardar link permanente.

10 respostas para Shh…

  1. Tama! disse:

    Tão sensível Triccia…
    O que somos nós, além de paradoxos infelizes? Essa vida é toda contradição…

    Abraços…

    Curtido por 1 pessoa

  2. A graça da vida é o paradoxo, gente. Sem ele não haveria poesia, nem amor: tudo seria objetivos e um troço chato pra caramba chamado de vida perfeita…

    Curtido por 1 pessoa

  3. Ana Teixeira disse:

    Tricciaaaaaa
    Que demais! Vc tira os meus pés do chão.
    Obrigada por dividir tanta sensibilidade!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Lucas Lopes disse:

    Tão sensível, crise tão real.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Mariana Gouveia disse:

    às vezes,meu silêncio grita… Lindo!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s