Ausência…

anytime_by_kamil akca

Kamil Akca

Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num País sem nome
Ou numa terra nua

Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua.

[Sophia de Mello Breyner Andresen]

Preciso aprender a desfazer em mim
o absurdo que a palavra “sempre” me causa,
a sobreviver às quedas quando despenco
do céu de tua boca e espalho
– sem querer – o verde do meu olhar
nas margens do teu sorriso bobo.

Tenho que aprender a seguir viagem,
repondo a coragem quando o cansaço vem,
sem trégua, borrando a paisagem…
(Preciso aprender a me desprender
dos minutos que carregam
os pesados silêncios de tua ausência).

Quero o consolo da palavra “lágrima”
me lambendo o rosto, ainda quente,
depois de uma tarde de choro,
e o abraço do tempo, acalmando os sonhos,
que teimam em brotar nessa umidade
– quase áspera – da tristeza…

Anúncios
Esse post foi publicado em Poesia e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Ausência…

  1. Mariana Gouveia disse:

    as lágrimas limpam a alma…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s