Da falta que em mim sobra…

Jarek Kubicki8

Jarek Kubicki

O amor
é uma ave a tremer
nas mãos de uma criança.
Serve-se de palavras
por ignorar
que as manhãs mais limpas
não têm voz.

Eugénio de Andrade

 

Hoje eu acho que dói menos,
talvez, porque eu tenha
me acostumado à dor.

Faz tempo que não te vejo,
mas ainda te sei de cor
pelas pontas dos dedos.

Desde que partiu
ninguém mais se atreveu
a passear em minhas frestas
ou a beber do meu riso irônico.

Falta qualquer coisa de luz
a guiar os olhos
daqueles que me olham
sem me ver.

E eu sei que essa luz
eu perdi em você.

Anúncios
Esse post foi publicado em Poesia e marcado . Guardar link permanente.

11 respostas para Da falta que em mim sobra…

  1. mariel disse:

    Ninguém disse que seria ileso de tudo, hum? Amar é um risco que exige coragem

    Curtido por 1 pessoa

  2. Essa luz volta, em outros tons, mas volta…

    Curtido por 1 pessoa

  3. brunazulzke disse:

    Nunca me identifiquei tanto, espero recuperar minha luz algum dia.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Traz um verso disse:

    Sei bem como é. 😮

    Curtido por 1 pessoa

  5. Mariana Gouveia disse:

    eu sei dessa luz!!
    Ah, sei!
    Tu ilumina tudo! O poema? Ah, lindo demais!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s