388020_398547100208247_38816580_n

Desconheço a autoria da Imagem.

De tanto olhar o sol,
queimei os olhos,
De tanto amar a vida enlouqueci.

[Miguel Torga]

 

Estaria eu
tão distante de mim mesma
que nem na dor
eu consigo mais me alcançar?

Falta-me maturidade
para merecer o céu?
Falta-me coragem
para me entregar ao lodo do mar?

Respiro a luz da manhã
e me perco no ar gélido.
Dispo-me do meu todo
para, quem sabe assim,
me encontrar por inteiro.

Anúncios
Esse post foi publicado em Poesia e marcado . Guardar link permanente.

11 respostas para

  1. ♡Recitos disse:

    Adorei!😊

    Curtido por 1 pessoa

  2. Lunna Guedes disse:

    Certos poemas seus me calam

    Curtido por 1 pessoa

  3. Mariana Gouveia disse:

    eu ainda estou rezando… desde lá…

    Curtido por 1 pessoa

  4. “Dispo-me do meu todo para, quem sabe assim, me encontrar por inteiro” Lindo isso! Um verdadeiro ato de coragem…me fez pensar que, algumas vezes na vida precisamos abrir mão daquilo que achamos que somos para descobrir nossa verdadeira essência… e essa descoberta pode ser surpreendente…

    Estou apreciando muito tuas poesias!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s