À primeira vista…

Laura Makabresku

Laura Makabresku

Pergunta-me
se ainda és o meu fogo
se acendes ainda
o minuto de cinza
se despertas
a ave magoada
que se queda
na árvore do meu sangue…

[Mia Couto]

Sopraste os meus olhos
e dissipaste a fumaça
endurecida
que tanto impedia a luz
de passar.
 
Ver de novo
foi como beber
na fonte de Vênus
um licor puro e adocicado…
Tinha o teu cheiro.
 
A tua imagem
– à primeira vista –
foi como subir
o mais alto dos montes
e, de lá,
ter a mais bela vista:
O teu tímido sorriso.
 
Era dia,
mas estrelas brilhavam
ao teu redor
e eu
fiquei tão espantada
de mim mesma
que o tempo parou
só para que eu pudesse
te admirar com mais calma.
 
(Gosto dos detalhes
e os teus são preciosos).
 
Um suspiro escapou
e desenhou no céu
um coração feito de nuvem,
que voou livre no infinito azul.
 
Meu corpo todo se floriu por dentro
e senti que a tua presença me invadia os poros,
desalinhava o equilíbrio nato das minhas células…
Era amor o que eu sentia.
Anúncios
Esse post foi publicado em Poesia e marcado . Guardar link permanente.

8 respostas para À primeira vista…

  1. ludoevico disse:

    Lindo. Parabéns, Triccia!!💐

    Curtido por 1 pessoa

  2. Mariana Gouveia disse:

    Lindo demais!
    Ah!

    Curtido por 1 pessoa

  3. “Gosto dos detalhes e os teus são preciosos.”
    Oi Triccia, posso te parafrasear? “Gosto dos detalhes, e tua poesia é preciosa!”
    Aprecio muito como escreves! Abraço, Fernanda

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s