Se…

Lauren Semivan

Lauren Semivan

o escurecer da luz
no desaguar dos corpos:
o amor
não tem depois.

[Mia Couto]

Pelas pontas dos dedos,
vértices, fugas, ângulos retos,
uma travessura. Atravessamentos.
Trampolins e asas,
uma fagulha de esperança.
Lanço-me e abraço os rochedos.

Ah, se eu tivesse dado ouvidos às pontes.
Se houvesse experimentado o pólen
da boca de uma borboleta azul.
Se tudo não tivesse que ser tão depressa.
Se a vida fosse agora.
Se eu tivesse ainda a certeza do teu amor…

Anúncios

Sobre Tríccia Araújo

Talvez o mais importante a saber sobre mim é que sou movida à arte. Tudo o que envolve o humano, na sua condição mais criativa, me cativa. Para além disso, vivo como quem nasceu para observar as miudezas das coisas. O invisível me comove e, depois, me seduz. Tenho uma paixão infinita pelos pássaros. Creio que habito as árvores, cada vez que fico em silêncio. Tenho mania de eternidades...
Esse post foi publicado em Poesia e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Se…

  1. Mariana Gouveia disse:

    depois?
    Eu fico sem ar!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s