11267083_859876644078425_5027309965115443405_n

Desconheço a autoria da Imagem.

Há um grito de eternidade que ultrapassa o calar da noite
e desemboca nos campos devastados da alma.

[Lucas Nunes]

Quando dei por mim
estava tão submersa nos teus olhos
que longas noites atravessei
sem sequer dormir por um segundo.

(Demência minha,
um escuro tão grande
de invadir saudades…)

Delírios, dos mais insanos,
afugentavam os meus sonhos
e me faziam escrava de um desejo
jamais sentido anteriormente.

Os dias passavam por mim
como passa um sofrimento:
lento, doloroso e antigo.

Derreteram-se as retinas num choro manso
de velas acesas a queimar a pele…
(Amo as feridas, porque me fazem humana).

A dor é tão íntima.
E eu estava morta,
sem necessidade alguma
de uma explicação imaginária.
Morta de amor.
Porque um amor que não se pode viver
é a própria morte em vida.

[Grito]

Sou apenas uma louca
sem definições ou débitos.
Culpas, algumas…
Tenho um vício estúpido:
o de queixar-me de tudo.
Mas como, se fui responsável?

Só o amor sobrevive
depois que o dia vai embora,
que as portas se fecham
e inicia-se a demora.
Só o amor é capaz de viver
depois mesmo da morte.

Ele é o único a sobreviver
– intacto – à solidão.

Anúncios

Sobre Tríccia Araújo

Talvez o mais importante a saber sobre mim é que sou movida à arte. Tudo o que envolve o humano, na sua condição mais criativa, me cativa. Para além disso, vivo como quem nasceu para observar as miudezas das coisas. O invisível me comove e, depois, me seduz. Tenho uma paixão infinita pelos pássaros. Creio que habito as árvores, cada vez que fico em silêncio. Tenho mania de eternidades...
Esse post foi publicado em Poesia e marcado . Guardar link permanente.

4 respostas para

  1. Gabriella Macedo disse:

    Linda poesia! “(…)Que a minha loucura seja perdoada/Pois metade de mim é amor/E a outra metade também” Abraço

    Curtido por 1 pessoa

  2. Anônimo disse:

    Semanalmente passo por aqui. Amo quando chega atualização no meu e-mail. Suas palavas são bálsamos. obrigada.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s