Tríccia Araújo

“Eu escrevo sem esperança de que o que eu escrevo altere qualquer coisa. Não altera em nada… Porque no fundo a gente não está querendo alterar as coisas. A gente está querendo desabrochar de um modo ou de outro, não é?” [Clarice Lispector]

39

     Mineira, à beira dos 40 anos, casada, graduada em Letras, pela Universidade Federal de Uberlândia (2011) e está cursando Psicologia, pela mesma instituição. Escreve desde 2004, mas acredita que a poesia nasceu com ela. Publicou em algumas revistas regionais, versão eletrônica e impressa, mas a única pretensão mesmo, com seus escritos, é de dar vida ao que sente e vê, por meio das palavras.

     Assim, criou este espaço para ecoar os silêncios que nela fazem ninhos… O que ela gosta mesmo é de voar. E agradece a liberdade que a Poesia lhe dá. E é grata, também, aos que aqui pousam, para apreciar a paisagem. 

P.S.: Todos os textos são ficcionais, porque a vida, por si só, já se encarrega das realidades…

2 respostas para Tríccia Araújo

  1. Parabéns. Escreve muito bem!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s