Arquivo da tag: Poesia

De tanto olhar o sol, queimei os olhos, De tanto amar a vida enlouqueci. [Miguel Torga]   Estaria eu tão distante de mim mesma que nem na dor eu consigo mais me alcançar? Falta-me maturidade para merecer o céu? Falta-me … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com | 9 Comentários

Te amo

Te amo incompreensivelmente sem perguntar-me porque te amo sem importar-me porque te amo sem questionar-me porque te amo [Pablo Neruda] Eu te amo porque assim quis te amar sem batalhas para o meu exército vencer, sem mar para os meus … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com | 5 Comentários

Outra canção…

Tu és o encoberto lado da palavra que desnudo [Mia Couto]   Toda vez que te beijo minha boca de céu amanhece (rosa flor que se abre em singular umidade…). Desde a última vez que te vi carrego nos olhos … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com | 2 Comentários

O amor eterno é o amor impossível Os amores possíveis começam a morrer no dia em que se concretizam. [Eça de Queiroz] És minha sede de ser e em ti sou mais do que impossibilidades: Transbordo. (Deste-me a paz da … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com | 10 Comentários

Flor…

Nunca me esquecerei desse acontecimento Na vida de minhas retinas tão fatigadas Nunca me esquecerei que no meio do caminho Tinha uma pedra Tinha uma pedra no meio do caminho No meio do caminho tinha uma pedra. [Carlos Drummond de … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com | 12 Comentários

Tu és a carne de toda palavra que escrevo. [Marcelo Roque] Tape os olhos o mais forte que puder porque te gritarei um verso : Eu te adoro! Só você não se deu conta de que o pensamento também é … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com | 13 Comentários

Tessitura…

A nós também nos habitam cidadãos terríveis: funcionários do tédio, mensageiros de moto levando para muito longe o pequeno embrulho — primoroso e com laço — dos remorsos. [Sílvia Ugidos] Sentou-se à mesa e serviu um café. Tomou dele um … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com | 8 Comentários